Hallstatt, na Áustria, é um dos vilarejos mais lindos do mundo. Sabe aquelas fotos que rodam na internet, são tela inicial do Windows e parecem de mentira?

Muito bem. Só que com esse vilarejo as fotos são reais! Com cerca de 1000 habitantes, Hallstatt é conhecida pela sua produção de sal, em minas locais. É lá que está a mina de sal mais antiga do mundo, com cerca de mais de 5000 anos!

A paisagem do vilarejo é Patrimônio Mundial da UNESCO e é uma grande atração turística dessa região. É possível observar e tirar boas fotos de um mirante localizado perto das minas.

 

Como Chegar?

Ao chegar de barco em Hallstatt, todos os turistas ficam encantados e começam a tirar fotos. É realmente um vilarejo diferente e maravilhoso. Cada ruela da aldeia é um ponto turístico que merece fotos.

Em cada um dos caminhos escolhidos para explorar o vilarejo é possível encontrar lojas de souvenirs com itens que só são encontrados por lá: sabonetes artesanais e esculturas de sal.

Leia também: Como conseguir 5% de desconto em seu seguro-viagem

 O que fazer?

É em Hallstatt que está localizada a mina de sal mais antiga do mundo. Com cerca de mais de 5000 anos, é possível visitá-la no topo de uma montanha a cerca de 850 metros de altura. A maneira mais rápida de se subir é através de um funicular, que leva apenas 3 minutos da base até o topo.

A primeira parada após o funicular é a Rudolf’s Tower. Uma torre construída no ano de 1282 e que era usada como defesa para os trabalhadores da mina de sal. Lá hoje funciona um restaurante que possui, sem dúvidas, a melhor vista da região.

Após uma caminhada em meio a natureza, é possível encontrar a entrada da mina. A visita é feita em grupo, acompanhada de guia que conta toda a história do local.




Após visitar a mina, é possível parar em um mirante para tomar boas fotos do local. A paisagem é de tirar o fôlego, literalmente, devido à altura.

Leia também: 8 dicas infalíveis para perder o medo de viajar de avião

#Fikadika

Hallstatt está a cerca de 72km de Salzburgo. É possível visita-la em apenas um dia, de carro ou de trem. Ao chegar no vilarejo, é necessário pegar um barco para atravessar o lago e chegar até a margem onde mora a população e onde estão os principais sítios turísticos.

Relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *