Considero minhas fotografias de viagens os meus maiores tesouros. Tiro muitas fotos de tudo que vejo pela frente e acho interessante. Tudo mesmo. Desde uma garrafa de cerveja diferente até placas de trânsito. O resultado são meeeeeses descobrindo fotografias e tendo pensamentos do tipo “por que é que eu tirei foto disso?”

Fato é que também uso essas fotografias como ferramentas motivacionais para continuar a saga das viagens. Quanto mais fotos de viagens tenho, mais quero ter. Além do mais, para mim, tirar foto significa eternizar meus momentos (já que a minha memória é um pouquinho ruim).

É uma pena que muitas vezes as fotos não saem como esperávamos e, seguindo esses dois princípios básicos (aqui chamei de dicas, mas tá valendo!) é possível conseguir fotos fantásticas com muita facilidade tanto com uma câmera como com o celular.

Passeio de balão na Capadócia

Capturar a própria paisagem

É muito comum, em meio a tanta admiração pelo local que se está visitando, se perder uma parte da “vista” dentro de uma fotografia. Isso acontece ou por falta de atenção para com o campo de visão da câmera ou simplesmente por falta de prática. O resultado é chegar em casa e notar cortes em partes da paisagem que nos farão ficar frustrados e arrependidos.

Costa Nova (Aveiro) – Portugal

Procure se lembrar das regras dos terços quando for fotografar uma paisagem. Isso ajuda muito na hora de escolher o que você vai fotografar (o que vai manter na foto, qual enquadramento fazer e o que pretende cortar fora). Você pretende mostrar mais o céu ou não? O mar ou as praias? Se estiver em dúvida, tire uma foto para cada, assim pode escolher a que mais agradar quando chegar em casa.

Praia da Costa Nova -(Aveiro) – Portugal

Macetinho 1: ative a grade de alinhamento de seu celular, ela pode parecer inútil, mas não é. Com o tempo você começa a perceber a diferença de utilizar essas grades (principalmente quando rolar seu feed do Instagram e ver fotos antigas, rs)

Macetinho 2: saber quanto do céu você vai pegar, leve em conta dois fatores, as nuvens e a proposta. Um céu com nuvens grandes e aparentes ganha destaque posteriormente na hora da edição final e não deixa a imagem “lavada”. No entanto, em alguns casos, o céu completamente limpo pode ficar bom, dependendo da proposta. Em uma imagem desértica, por exemplo, ele passa a ideia de infinito, o que pode contribuir com o propósito da foto.

De dentro da Hagia Sofia, olhando pra Mesquita Azul

Criar olhares diferentes

É  a criatividade inserida na fotografia que revela a personalidade de quem tirou as fotos. Além de capturar a imagem desejada, é necessário inserir seu próprio olhar DA paisagem que você está fotografando. É tudo uma questão de pontos de vista. Uma foto simples pode ser capaz de tirar o fôlego de muitas pessoas e até o seu enquanto estiver dando uma olhada nas imagens depois de uma viagem 😊

Polvos Frescos em Santorini (Grécia)

Você pode utilizar a regra dos terços e o enquadramento para capturar esse elemento de destaque e deixá-lo mais visível, além do que, ele não precisa ser nada palpável. O que não pode acontecer é a fotografia ficar monótona, lavada. Na hora que você está vendo, é possível ver detalhes, árvores interessantes, cores diferentes, mas a câmera tende na “chapar” isso tudo, esconder os menores detalhes e unificar as cores.

De dentro do Louvre

Não importa se você está tirando fotos de flores, casas, monumentos, etc… O que importa é você encontrar algum ponto marcante e registrá-lo naquele momento.

Zakynthos – Grécia

O elemento surpresa pode ser, inclusive, uma alteração na profundidade de campo. Se engana quem acha que fotografias de paisagem precisam ter uma profundidade de campo enorme…

Leia Também: Como eternizar seus tickets

Retoques finais

Não sou craque no Photoshop, mas busquei aprender e dominar algumas ferramentas simples podem mudar totalmente a cara de uma fotografia.

Forum Romano

Alterações como melhorar cores, contraste e saturação são processos simples e necessários para que suas fotografias fiquem ainda mais surpreendentes. Além disso, se seu enquadramento não ficou perfeito devido a falta de um tripé ou até mesmo uma falta de atenção, a opção de recorte pode ajudar muito.

Relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *