Antuérpia, na Bélgica,

é a maior cidade da região de Flandres. Com cerca de 520.000 habitantes, é conhecida como centro mundial de lapidação de diamantes e por ter um dos maiores portos do mundo, às margens do rio Shelde. A cidade belga possui o charme dos velhos tempos: possui catedrais e construções medievais. Possui também prédios modernos e muita tecnologia, tudo em perfeita harmonia.

Visitar Antuérpia permite conhecer a cultura belga fugindo dos centros mais turísticos como Bruxelas e Bruges, lotados de pessoas o ano todo. A arquitetura, cervejas, chocolates, batatas fritas e waffles estão presentes em todos os cantos. É possível fazer uma caminhada de 500 metros por um túnel construído em 1931, que passa por debaixo do Shelde, para atravessar a cidade!

E o que fazer por lá?

A Grot Mark, ou Grand Place é uma das praças medievais mais charmosas da Bélgica. Aconselha-se visitar o local tanto de dia como à noite, para ver a iluminação dourada nas construções mais antigas, principalmente na Catedral de Nossa Senhora.

Catedral na Grot Mark

A Catedral de estilo gótico foi construída nos anos de 1520 e é uma das mais altas construções da região da Grand Place.

Segundo uma antiga lenda, um gigante tomava conta do Rio Schelde, punindo os que se negavam a pagar impostos, cortando-lhes as mãos e as jogando no rio. Até que um bravo soldado romano conseguiu matar o gigante e atirou sua mão ao rio. Uma enorme estátua está lá na praça para lembrar a história. A estátua ‘Brabo’, no centro da praça.

Outros Pontos turísticos para não deixar de visitar em Antuérpia:

A Central Station, construída em 1905 é maravilhosa. Possui mármores por todos os lados e é de perder o fôlego!




O Teatro Bourlaschouwburg, datado de 1830, foi abandonado depois de uma restauração em 1995.

Leia mais: 8 dicas para perder o medo de viajar de avião

O forte Steen, do século IX, é a edificação mais antiga da cidade. Foi utilizada por séculos como prisão, onde os condenados eram obrigados a rezar voltados para uma cruz.

Antuérpia está a 45km de Bruxelas. É possível visita-la de carro, pela A12, ônibus ou de trem. Para passagens de trens e ônibus pela Europa, #fikdik: Go Euro

Relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *